quarta-feira, 26 de novembro de 2008

A Vila Novo Ouro Preto recebeu os projetos das turmas de Planejamento Habitacional


Amigos, hoje, como já foi anunciado neste Blog, as turmas da Disciplina de Planejamento Habitacional da Profa. Leta e do Prof. Alfio foram até a Vila Novo Ouro Preto onde encontraram as lideranças e parte da população. Foram expostas e apresentadas, aos moradores, as propostas que os grupos elaboraram ao longo do semestre (melhorias habitacionais e ambientais da vila, assim como propostas de reassentamento das famílias retiradas da área onde foi implantado o Parque Linear ao longo do Córrego da Cidadania).
Os alunos, em uma atividade que pareceu muito com uma feira com "stands", e que ocupou a tarde inteira, apresentaram as propostas aos moradores interessado, que por serem os verdadeiros clientes puderam avaliá-las, esclarecendo dúvidas e fazendo críticas.
Contamos com o apoio da líder da associação de moradores da Vila Novo Ouro Preto - AMACIDADANIA, Edina Teixeira Barbosa que sempre se prodigou em firmar a parceria entre a associação e a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais através do Escritório de Integração do Departamento de Arquitetura e Urbanismo e, principalmente, através das Disciplina de Planejamento Habitacional e Política Habitacional. Esta parceria existe desde ano de 2002.
Fomos homenageados também, com a presença do Senhor Antônio, antigo morador da vila e primoroso mestre de obra, mestre e amigo de longa data da Profa. Leta.
As propostas, como é de tradição, foram entregues aos moradores para que possam se tornar instrumentos de mobilização e reivindicação por parte da comunidade junto às instâncias publicas e privadas.
O resultado positivo do evento nos leva a pensar que pode ser reproposto no próximo semestre.
Para os nosso alunos desejamos um merecido descanso nas férias de final de ano.
P.S. Agradeço quem sinalizar eventuais, e muito prováveis, erros de português.

Um comentário:

Marco Antonio Borges Netto - Marcão disse...

Desejo que muitos desses projetos saiam do papel.