segunda-feira, 19 de outubro de 2009

MOM debate PGE


Para quem não sabe, o Plano Global Específico - PGE - "é um instrumento de planejamento da prefeitura que norteia as intervenções de reestruturação urbanística, ambiental e de desenvolvimento social nas vilas, favelas e conjuntos habitacionais populares. Consiste em um estudo aprofundado da realidade dessas áreas, considerando os aspectos urbanísticos, sócioeconômico e a situação jurídica do terreno.

O objetivo principal do PGE é apontar os caminhos para a melhoria da qualidade de vida nesses locais e integrá-los ao conjunto da cidade, sendo uma fonte de referência no contexto de uma política de investimentos progressivos, visando à consolidação definitiva dos núcleos e a superação das fases de intervenções pontuais desarticuladas.

Ele orienta a intervenção do poder público e das comunidades nas favelas, aponta os caminhos e soluções para transformar cada favela num lugar adequado para morar e estabelece ordens de prioridades para a execução das ações e obras. Os diagnósticos e as propostas são analisados de uma forma integrada, abordando alternativas de solução e sua viabilidade, por meio de três eixos de ação.

Metodologia

A estrutura metodológica de desenvolvimento dos PGEs considera a abordagem integrada dos eixos físico-ambiental, jurídico-legal e socioeconômico-organizativo das comunidades, objetivando uma intervenção estrutural nos núcleos."

Fonte: PBH

Visite também aqui e aqui.

2 comentários:

Alfio Conti disse...

Caro Marcão, gostaria de chamar atenção que o texto que vc usou como, calramente, vc explicitou é o texto oficial da PBH. Resume uma certa maneira de entender esta proposta, certamente pouco crítica... me pergunto até que ponto os PGE melhoraram as condições de vida das pessoas moradoras de vila e favelas? Existem levantamentos e trabalhos de pesquisa a respeito disso?

Marco Antonio Borges Netto - Marcão disse...

Concordo com voce.

Coloquei a definição da Prefeitura, sem os resultados, para provocar mesmo.

Abraços.